É TRISTE, MAS EXISTE

 

PapoCaseiro

Dentro do lar os princípios devem  ser estabelecidos. Foi u fato chocante! Um tio ensinou a sobrinha e o filho, à mão armada, a dar coronhadas e render uma boneca como se fosse uma pessoa real. As palavras que ensinava à menininha, a agresividade e a crueldade revelam a situação em que nos encontramos. Contudo, eu comparo esta situação a que se vivenciam as crianças e adolescentes com games nas mãos.

Eles falam em matar com a mesma violência e maldade. Eu, há tempos, aconselho aos pais que deem aos seus filhos jogos, sim, mas de esportes. Ou mesmo de perseguição a alvos que tragam vitórias. Estas com desafios, mas sem assassinatos, mortes, tiros, e que não levem os jovens e as crianças às reações tão descabidas. Qual a diferença entre um jogo destes, de perseguição, de tiroteio e o que acontece entre policiais e marginais nas favelas cariocas, paulistas ou seja lá onde for? Nenhuma!

O professor de assaltos foi preso. Mas e os outros que deixam as crianças aprenderem estes atos de maneira diferente? Dentro de casa com aparelhos sofisticadíssimos? Isto, com certeza, não agradará muita gente. Vão achar caretice. Não me importo! Creio ser uma verdade que precisa de alerta. O mundo está cheio de coisas esquisitíssimas. Gripe aviária, gripe suína, turbulências que derrubam enormes aeronaves, e como se não bastasse, os nossos filhos brincam com coisas mortais em suas mãozinhas.

Me popem! Porém tudo que entra num cérebro é arquivado e sai de uma maneira ou de outra. Quando sua criança começar a ficar violenta, não brigue com ela. Jogue, se tiver coragem, o game no lixo. É o seu lugar. Desculpem, mas não posso falar e nem pensar diferente. Não tem graça: ‘Quem avisa amigo é.’

‘ Melhor é a repreensão aberta do que o amor encoberto.’ – Provérbio 27:5

Maria Simão

Publicado em Lar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Nossos Papos

Todos os Papos