NOZES, CASTANHAS E O COLESTEROL

 

PapoSaúde

Comer nozes e castanhas diariamente pode melhorar os níveis de colesterol e reduzir os riscos de doença cardíaca coronariana, segundo estudo publicado nesta semana no periódico Archives of Internal Medicine.

 

Avaliando dados de 25 estudos sobre o consumo de castanhas e os níveis de colesterol em sete países, os pesquisadores da Universidade Loma Linda, nos EUA, descobriram que o consumo diário de cerca de 67 gramas de castanhas – incluindo amêndoas, avelãs, nozes, amendoim e pistaches – resultava em uma redução média de 5,1% no colesterol total, de 7,4% no colesterol ruim (LDL) e de 8,3% na taxa de LDL em relação ao HDL. Além disso, essa prática foi associada a uma redução de 10% nos triglicérides de pessoas que, inicialmente, apresentavam altas taxas dessa ‘gordura’ no sangue.

 

Segundo os autores, os diferentes tipos de castanha têm efeitos similares sobre o colesterol, mas esses efeitos seriam modificados dependendo dos níveis de LDL, índice de massa corporal e tipo de alimentação. Eles destacam, ainda, que os resultados apoiam a inclusão de castanhas em intervenções terapêuticas na dieta para melhorar os níveis de colesterol. ‘Aumentar o consumo de nozes como parte de uma dieta prudente pode ser esperado por afetar positivamente os níveis de lipídio no sangue (pelo menos em curto prazo), e tem o potencial de reduzir o risco de doença cardíaca coronariana’, explicaram os autores, acrescentando que a moderação é a chave.
http://blogboasaude.zip.net/

 

Publicado em Corpo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Nossos Papos

Todos os Papos