DESEJO DA EXPECTATIVA

PapoSério

 

É muito tênue a linha que separa o Desejo da Expectativa.
 
Desejo é a criação mental de algo que almejamos para nosso prazer e felicidade. E ele traz em si o antegozo desse prazer e felicidade.
O desejo nos leva a voos ideais, nos leva a sonhar… não importa se sonhos possíveis ou impossíveis! O desejo nos leva à ação, quando da possibilidade, ainda que remota, de o trazermos da idealização, passando pela intenção até o concretizarmos na realidade. E somos os responsáveis por todo esse processo interior. Ele também nos leva ao aprendizado da espera/aceitação/entrega, quando independe de nós o tempo e desfecho de nosso sonho.
 
A Expectativa resulta do desejo desgovernado, que nos traz ânsia e agonia, que nos aprisiona ao desenrolar dos fatos, mesmo quando eles não dependem de nossa atuação, mesmo quando estão fora do nosso controle, mesmo quando dependem da atuação e do desejo de outras pessoas, mesmo que dependam de Desígnios Maiores…
- queremos ter certeza que nosso desejo será satisfeito, de preferência logo, do modo exato que esperamos.
- queremos ter o controle de fatos e situações que envolvem outras pessoas; queremos decidir por elas o que será melhor para nós, embora o que é meu desejo, nem sempre interessa ou toca os outros.
E enquanto insisto, ansiosamente, em esperar que atendam meus desejos, crio expectativas muito dolorosas para mim, e mais ainda para os outros, que me levam a invadir ou interferir em suas vidas com o peso, muitas vezes massacrante, do que espero delas. E me trazem decepções, me levam a lamúrias e a cobranças injustas pelas minhas frustrações.
Criar também a expectativa de que algo ruim possa acontecer nos faz ficar remoendo o medo e nos traz um sofrimento tão grande que, se o pior acontece, chegamos a sentir alívio pelo fim da agonia deste esperar doentio!

Preciso cuidar para que meus Desejos permaneçam como poderosas fontes de inspiração, de alegria… Que a busca de sua concretização, quando possível, dependa somente de mim, porque eles são meus desejos, não dos outros! Preciso estar atenta para não persegui-los obsessivamente, deixando-os se transformarem na expectativa que me angustia e tira todo o sabor dos meus sonhos…
 
Maria Tude

Publicado em Mente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Nossos Papos

Todos os Papos